Luiz Eduardo Soares– O Mundo pós-Covid 19, Um novo pacto global verde, social e da saúde – a dimensão social

Luiz Eduardo Bento de Mello Soares – antropólogo, cientista político e escritor

Na sua intervenção, Luiz Eduardo Soares começou por realçar que o desafio que se coloca, muito especificamente ao Brasil, nesta fase, apresenta uma complexidade a vários níveis onde interagem as questões sanitárias e políticas. Considera que a uma pandemia que já ceifou 80 mil vidas se junta uma forma fascista de poder, ela própria intensificadora dos efeitos da crise sanitária. Os impactos desta crise não se repercutem homogeneamente pela população, antes espelham as desigualdades de base da sociedade, desigualdades assentes em preconceitos de raça e socioeconómicos.

A carta constitucional de 1988 consagrou a social-democracia como a linha de orientação política do Brasil para as décadas futuras, contudo, o golpe político que destitui a Presidente Dilma Rousseff, em 2016, abriu espaço para a agenda neoliberal ocupar a política pública do país. Como resultado, assiste-se já a uma degradação das conquistas sociais – e também ambientais – alcançadas nas últimas décadas, com os níveis de desigualdade a aumentarem e a preservação ambiental a ser obliterada.

Conclui dizendo que a deslocação da influência tradicional católica para a influência do mundo evangélico, observada no Brasil nos últimos anos, é um elemento fundamental para se entenderem as dinâmicas de ascensão do universo conservador popular que, em última análise, respalda a ideologia neoliberal e que a democracia está em risco.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: